{Olimpo} Capitulo 4


Andar pela floresta estava começando a se tornar um hábito para os três garotos, pequenas pausas eram feitas para o descanso e alimentação, e juntamente o sono que acarreta após o desjejum. A pequena vila de Hera parecia ser distante por conta de seu protegido. Existem variadas lendas sobre os deuses do Olimpo, inclusive de seus artefatos, porém eles estão escondidos do mundo pois os objetos acolhidos pelos garotos não passava de uma lasca do verdadeiro poder de cada deus.

Donghae ainda não havia desistido de seu treino com os raios, seu irmão ficava contente em ensinar-lhe, porém tinha muita coisa que seria necessária a presença de livros para que aprendesse. Mesmo assim nada parecia tirar a animação do caçula, que ria animadamente e interagia com seu novo amigo fortalecendo seus laços. Uma reação humana vindo de um humano. Ouvindo das risadas um jovem alto e cabelos negros arqueava as sobrancelhas curioso, espreitando seus olhos castanhos claros se aproximou ao reconhecer os cabelos loiros.

- Hyukjae?

O grupo de amigos olhara para aquele rapaz de aparência bonita e cavalheira, suas vestes pareciam ter saído da época medieval, armadura e uma espada, além do cavalo que tinha as rédeas sendo seguradas pelo rapaz. Hyukjae sorrira acenando de longe enquanto se levantava, sendo imitado pelos gêmeos que olhavam acanhados.

- Siwon, quanto tempo.

- Eu que o diga. - Sorria cortês. - E quem são seus amigos?

- Filhos de Zeus - Hyukjae apresentara. - Donghae e Sungmin.

- Ah - O mais alto dera um leve tapa em sua testa enquanto fazia uma careta. - Havia me esquecido que iriam nos visitar, peço desculpas.

- Hey fique tranquilo.

Hyukjae dera alguns leves tapas no ombro do rapaz alto, fazendo um sinal com a cabeça como se esperasse alguma continuidade, logo o filho de Hera soltou um suspiro pesado.

- Bom eu estava treinando e acabei esquecendo, por favor me sigam.

Siwon voltara a montar em seu cavalo enquanto era seguido pelos três garotos, Donghae olhava de forma curiosa para o cavalo, ao mesmo tempo maravilhado. Seu contato com os seres da natureza era devastador, o seu amor por eles era imenso tanto quanto por si mesmo. Sungmin sorria vendo o irmão, porém a presença intensa de um ser do submundo não lhe permitia descansar. Olhara para o alto de terra e nada via além de árvores e moitas.

Hyukjae se mantinha em silêncio olhando para o seu antigo amigo, lembranças de quando os deuses se reuniram para poderem chegarem á um resultado sobre o herdeiro, enquanto isso todas as crianças ficavam brincando por cerca do Olimpo, fora aí que conheceu Siwon e os demais herdeiros, todos curiosos com a ausência de três pequeninos, os gêmeos e o filho de Hades. Nada fora revelado sobre eles na época, mas com o crescimento de cada filho os deuses passaram a dar informação sobre aquela reunião feita. Todos entendiam o porquê da ausência dos três.

Esse motivo apertava o coração de Hyukjae, ao olhar para trás suspirou em ver os gêmeos conversando tão animados sobre os poderes que herdaram, em principal o belo sorriso inocente de Donghae. Os olhos arroxeados do caçula hipnotizavam o loiro fazendo baixar sua guarda, esquecia tudo aquilo em sua volta quando estava com o moreno, e isso era um problema. Não deveria ser tão fácil assim, na verdade não deveria ter ido conversar com eles, mas tinha de entregar o mapa para iniciar a busca.

- Está tão preocupado assim? - Olhara para cima vendo Siwon sorrir de lado. - Aiaiai isso vai ser um problema.

- Já é um problema.

Hyukjae abaixara a cabeça formando um leve bico nos lábios, era a pior hora para aquilo acontecer, e com a pior pessoa. Do mesmo modo suas buscas deveriam continuar, por isso chamou os gêmeos para seguirem Siwon em uma pequena trilha de terra em meio ao gramado verde.

Não se demorou para que chegassem á uma pequena cidade, diferente do que se imaginava ao encontrar Siwon vestindo armaduras, a cidade parecia modernizada. Donghae respirou fundo e se espreguiçou recebendo olhares curiosos das pessoas, acenou para eles sendo correspondido com um sorriso grandioso. Sungmin mantinha o semblante sério enquanto cruzava os braços, aquela presença lhe incomodava ainda.

- Filho, onde raios se metera? - Uma mulher de cabelos lisos e olhos claros corria abraçando Siwon.

- Ahn mamãe, temos visitas.

A mulher erguera o rosto vendo Hyukjae, mas os olhos amarelos de Sungmin e o roxos de Donghae lhe chamou atenção. Lentamente soltou de Siwon olhando surpresa para os dois garotos, respirou fundo enquanto olhava para os guardas acenando para eles.

- Venham por aqui, por favor.

A bela mulher liderou o caminho para uma casa simples, porém bem mobiliada, fez sinal para que todos se sentassem enquanto sussurrava algo para uma mulher mais velha com roupas negras. Assim que os três viajantes se sentaram a mulher voltara servindo-lhes chá, enquanto a mãe de Siwon sentava-se em uma poltrona cruzando as pernas segurando uma das xícaras.

- Me sinto muito honrada em recebê-los meninos, sou Hera. - Donghae arregalara os olhos, além de Zeus, ela era uma deusa de verdade bem á sua frente. - Acho que devo dizer.... sua madrasta socialmente dita.

- Ah sou Sungmin e esse é Donghae. Pedimos desculpas pela interrupção.

- Estava à espera de vocês. – A deusa sorria bebericando do chá. - Estão indo bem em sua jornada?

- Na verdade estamos. - Hyukjae tomara a iniciativa. - Não sofremos nenhum ataque.

- Hyukjae, você está ficando mais musculoso. - Hera sorrira. - Continue assim e terei o prazer de procurar uma noiva para você.

- Ela é a deusa do matrimonio. - Sungmin sussurrava para Donghae, que mantinha os olhos curiosos sobre a mulher bela á sua frente.

- Acho que seria melhor deixá-los descansar por enquanto mamãe. - Siwon apontara retirando da armadura. - Já está anoitecendo e poderia ser perigoso continuar andando pela floresta.

- Bom - Sungmin se ajeitara no estofado, levemente incomodado por estar diante da mulher do seu pai. - Não queremos ser mal educados...

- É uma honra servir aos herdeiros. - Siwon terminou reverenciando os gêmeos, que o olhavam surpresos.

- Acho que ainda tenho muito a aprender. - Sussurrava Donghae arqueando a sobrancelha.

- Ah sim - Hera sorria - Siwon providência os quartos então... ahn meninos Zeus me avisou de sua visita alguns dias, e realmente espero que vocês consigam.

- Temos muitas coisas a serem feitas antes disso, senhora. - Sungmin sorrira educadamente. - Donghae teve seus dons despertados recentemente, e eu preciso ensinar ele muitas coisas.

- Entendo.

Hera levantou-se e fizera sinal para que Sungmin a seguisse, Donghae assentira ao receber o olhar duvidoso do irmão, o caçula bebericou do chá suspirando enquanto olhava ao redor e conversava com Hyukjae.

A deusa passou por um pequeno corredor e adentrou em uma biblioteca onde em seu centro havia uma grandiosa mesa com uma pilha de livros e um mapa. Se aproximando da mesa, ficou de frente á Sungmin enquanto o menor olhava os títulos com curiosidade.

- Sungmin, devo pedir desculpas pelo seu destino e o de seu irmão.

- Não me importo com o que acontecerá comigo. - O loiro olhava o mapa reconhecendo a vila de Hangeng, por onde passara anteriormente. - Desde que ele fique á salvo. - Erguendo de seu olhar para a deusa, ela apenas lhe sorriu.

- Além do artefato, posso lhe dar mais coisas. Porém é necessário que compreenda que não poderei passar dos meus limites.

- Senhora...senhorita. - Sungmin fechara os olhos em uma careta. - O que quer?

- Não sou a favor do herdeiro, e eu sei muito bem que você já tem conhecimento de quem será. - A deusa sorrira levemente. - Mas eu o prefiro do que permitir que seja entregue ás mãos de Hades, por isso darei a minha benção ao herdeiro, mas ele parece...

- Despreparado? - Sungmin cruzara os braços.

- Eu posso prever que ele terá uma ruptura em sua coragem. - Dizia ela escrevendo algo em um papel. - Porém corações machucados não são da minha alçada. Tudo o que posso dar á vocês é referencias para evitar esse despreparo.

- E quais referências?

Hera sorrira esticando o papel contendo dois nomes ali, Sungmin suspirou ao entender o que deveria ser ensinado ao herdeiro. Olhou para a porta vendo Donghae rir ao lado de Hyukjae enquanto olhavam alguma coisa. Não deixou de sorrir ao ver a cena, e apenas se virou para a deusa com um olhar determinado.

- Por onde começo?

ψ

Siwon parecia ser um garoto extremamente educado, porém de pouca conversa. Durante todo o jantar se manteve no silêncio observador, vendo Hera sorrir em conversa com Hyukjae. Os gêmeos se mantinham em silêncio também, já que estavam cansados da viagem, e de certa forma ansiavam pelo próximo semideus a ser encontrado no caminho.

Após o jantar ser servido, os garotos foram aos seus quartos e tomaram banho, Hyukjae se manteve em silêncio desta vez preso em seus próprios pensamentos. Siwon encostado na porta do quarto de braços cruzados e olhos fechados parecia pensar sobre alguma coisa. O filho de Poseidon sentira daquela presença do mais alto, vestindo de seu pijama abriu a porta para o mais que adentrou ao quarto sentando na cama.

- Parece sério hoje. - Ria Hyukjae passando a toalha em seus cabelos molhados.

- Sinto que ele não sabe que é herdeiro.

- E não sabe. - Sorria Hyukjae se sentando na cama, deixando com que a toalha ficasse sobre sua cabeça - Não irei contar, e ninguém vai.

- Pretende tomar o poder pra si então?

- Acha que farei isso? - Olhara furioso para o mais alto - Você não tem noção, mas eu quero mantê-lo desse jeito.

- Está adiando de sua tarefa Hyukjae! Sungmin eu posso entender já que é irmão, mas você? Qual motivo seria?

- Siwon... por favor - O loiro se ajeitara na cama, os ombros caídos demonstravam seu cansaço. - Eu o farei quando for a hora, mas por enquanto quero que ele aprenda sobre isso.

- Ok faz sentido. - O moreno assentira suspirando alto enquanto olhava para o teto. - Eu darei o artefato, mas saiba que os deuses estão cada vez mais ansiosos, principalmente minha mãe.

- É eu vi, o jeito como ela puxou o Sungmin pra conversar foi bem suspeito. Eles estão perdendo a paciência.

O silêncio reinara entre os dois ao ouvirem passos vindo do corredor, mantendo os olhos na porta, viram a mesma se abrir revelando o rosto juvenil de Sungmin, que sorrira ao vê-los reunidos.

- Estou atrapalhando? - Sussurrou enquanto entrava fechando a porta.

- Estávamos apenas conversando. - Sorria Hyukjae, tentando deixar de lado sua preocupação. - Aconteceu algo?

O loiro negava enquanto sentava na cama ao lado de Siwon, sorriu olhando para suas mãos que seguravam um pequeno papel, uma réplica do que havia escrito na carta antes entregue por Hera. O mais velho entregara para Hyukjae, enquanto mordia os lábios.

- Preciso passar por esses dois lugares, tem como irmos depois daqui?

- Ah mamãe. - Siwon acariciara a testa dolorida. - Por favor sigam seus caminhos, não precisam mudar...

- Ou irei sozinho. - Sungmin sussurrou olhando para a porta. - Mas acho que isso não iria ser bom, já que Donghae não ficaria sozinho.

- É - Uma pequena ponta de tristeza se abateu em Hyukjae que olhava para o papel. – Tem pressa em ir lá?

Sungmin olhou para Hyukjae com uma ponta de duvida, inclinou a cabeça e pensou sobre o assunto.

- Digo, vamos ter que ir lá de qualquer forma...

O filho de Zeus tentou imaginar o mapa da qual estavam seguindo, dependendo do lugar para onde iriam, se fosse direto á tais deusas, teria de voltar depois para retomar o caminho. Não valia a pena ir direto á elas.

- Não, tudo bem. – O rapaz se levantou pegando o papel seguindo para fora do quarto, parando na porta. Mordeu o lábio inferior, um pouco indeciso por dizer aquilo, porém se virou para olhar o rapaz loiro. – Hyukjae... não o machuque por favor.

O rapaz suspirava esboçando seu melhor sorriso, apenas assentia vendo aquela porta se fechar. Desviou a atenção para o amigo que ainda estava ali em silêncio lhe observando.

- Vou fazer meu melhor apenas.

ψ

No dia seguinte tudo acontecera rapidamente, nenhum minuto poderia ser perdido. Siwon entregou o artefato aos gêmeos, um par de broche que protege aqueles que estão apaixonados. O pequeno saco onde o artefato estava guardado fora escondido na mochila de Sungmin, e tão em breve os três rapazes se despediam do vilarejo e seguiam para fora do campo de proteção para seguirem a floresta de Artêmis.

Donghae ainda mantinha seus aprendizados com Sungmin, enquanto Hyukjae deixava sua atenção toda para o mapa. Em meio o caminho, os três eram observados pelo filho de Hades.O rapaz não se atrevia á ir em seu encontro direto, apenas observava e fazia anotações mentais sobre o que deveria fazer mais para frente.

Na verdade não seria nem um pouco benéfico fazer pequenos ataques para roubar os artefatos, optou por fazer isso quando todos eles estivessem reunidos. Um ataque somente, e tudo estaria acabado. Entretanto havia um segundo motivo para que não desse continuidade á esses mini ataques.

Uma flecha passara perto de seu rosto, atingindo uma árvore. O sorriso do herdeiro de Hades se alargava de forma maléfica, ainda olhando para o herdeiro de Zeus mais velho.

- Que audácia.

Dando as costas para voltar á sua caminhada, somente ao dispersas daquela presença foi que Sungmin baixou a flecha, fingindo ser uma demonstração para Donghae, que sorria satisfeito batendo palmas.

- Waah, hyung é muito bom nisso.

- Irá aprender com o tempo, por isso não se apresse hm?

Hyukjae voltara aos gêmeos, parou se apoiando nos joelhos enquanto recuperava o fôlego perdido em sua corrida. Apontando para o norte, o rapaz sorria largo.

- O portal está logo em frente, Kibum nos aguarda!


-------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário